Postagens

Mostrando postagens de 2019

2020

Fiquei pensando sobre o tema, sobre o título; pesquisei textos passados para evitar repeteco. Vamos ficar com o assunto do momento: 2020. É apenas um número, mas hoje representa um monte de coisas. Desejos, esperanças, talvez mais do mesmo; vai variar, de pessoa para pessoa. O texto é meu, o blog é meu, então falemos sobre o que significa para mim (você pode refletir sobre minhas colocações e pensar sobre o que significa para você).

Ano novo: vida nova? Não mesmo! Será mais um ano de colheitas de esforços passados, com possibilidades vinculadas ao que você fez até agora! Parece meio desanimador, se você passou o tempo apenas olhando para o tempo. Já leu sobre a historinha da formiga e da cigarra? Acredito que ela tenha foco em doutrinar as cabeças para serem operárias, mas tem um ponto de importância; afinal de contas, como esperar colher, sem plantar?

2020 para mim será um ano de felicidades! Até então seria só mais um, mas nunca é tarde demais para se começar a entender as coisas! D…

E se! - Texto Motivacional

Vídeo com áudio do texto em https://youtu.be/sGlNdJPmars

E se ...

E se você olhasse para a sua vida hoje e sentisse que falta algo? Quem sabe felicidade! Quem sabe realização!
E se lhe faltasse motivação para seguir em frente? E se lhe viesse a sensação de que fez algo errado, mas não sabe qual caminho seguir? E se lhe surgissem sentimentos como raiva, frustração, impotência, e até revolta porque alguém não lhe deu a oportunidade de você ter a vida perfeita!?
Talvez você consiga ver apenas que algo que você merecia não lhe foi entregue. Um emprego melhor, uma família mais estruturada, um salário que lhe permita fazer tudo o que você sempre sonhou.
Agora olhe em volta e se responda: o que você tem? Sabia que tudo o que você tem, é o resultado de tudo o que você fez? Bem ou mal, é a conquista de tudo o que você fez até agora. Será que você fez o suficiente para merecer mais? De quem é a responsabilidade pela sua vida?
Gratidão! Seja grato por tudo o que você tem hoje, porque é a conquis…

Foco

E se alguém estivesse falando algo para você, mas você estivesse "em outro planeta"? Isso lhe soa familiar? Eu estava aqui buscando título para esse texto e, inclusive, o assunto para ele, para terminar com a inércia de mais ou menos dez dias sem escritos. Enquanto isso ouvia um vídeo no YouTube, que falava sobre objetivo, sobre manter-se motivado ou algo assim, para conquistar as coisas, acho que com viés financeiro.

Sabe quando você passa a perceber que as palavras entram no ouvido como zumbidos indecifráveis? Me veio então, repentinamente, a ideia de foco. Como é interessante analisar o quanto nos desligamos do mundo quando estamos em busca de algo que nos rouba a atenção. E talvez esse início de pensamento seja algo que possa ser explorado de diversas formas.

Quando comecei esse blog eu queria fugir de algumas coisas e encontrar outras; na verdade eu queria passar o tempo. E o tempo passou, eu deixei ele de lado e depois o reencontrei. Nesse meio tempo achei um canal no …

Convicção

Confissão particular: eu sempre pesquiso o histórico do Blog ao escrever um novo texto, seja para evitar idéias iguais, seja para ter certeza de que quero mesmo falar sobre um assunto novamente.

Há 11 anos mais ou menos eu escrevi um texto sobre a mesma idéia de hoje; título "Vocações", caso se interesse por ler. Muita água rolou desde lá e parece que não aprendi ainda o conteúdo do que escrevi, porque ouvi a expressão que enfeita o título dessas letras hoje, com a mente fervilhando em análises e certezas, provavelmente como devo ter feito anos atrás.

Memórias de lado, as reflexões são assim, como as ondas do mar que vem e vão, e nos martelarão nas idas e vindas, até que consigamos provar o entendimento, através das atitudes. Então vamos ao pensamento de hoje, ou ao que fez os dedos coçarem e eu me sentar somente para esse texto.

Você faz o que você gosta? Se eu lhe perguntasse isso, ou melhor, se você mesmo tivesse que responder a si mesmo o que tantas vezes deve ter pergun…

Os fins justificam os meios

Será? Sei lá se as orientações ou regras básicas, ou melhores práticas, recomendariam começar um texto com uma pergunta remetendo ao título, mas que seja! Minhas casa, minhas regras, ou algo do gênero. Afinal de contas não devemos cercear a criatividade, sob risco dela se perder, então vou seguir com esse início mesmo!

Estava aqui buscando um assunto que fosse popular para chamar mais visualizações. Analisando as últimas que tive, tenho até dúvidas se não foram todas por mim mesmo, reanalisando meus próprios escritos. A moda é usar as ferramentas tecnológicas para ver o que está na moda e seguir a onda.

Sabia que o Google tem uma ferramenta que analisa as buscas mais frequentes? E aí cheguei à conclusão de que eu não criei esse blog para isso. Quando resolvi escrever, em outras épocas e outras motivações, pelo pouco que me lembro era mais um desabafo (não quero voltar e ler os primeiros escritos para confirmar).

Tenho uma obra inacabada daquela época, algo que poucos sabem e tiveram a…

Perdoa-te a ti mesmo!

Em um exercício de educação de pai para filho, dias atrás, coloquei-o em frente ao espelho e o orientei a perdoar aquele menino que estava na frente dele. Explicando, como mestre inspirado por sei lá quem, discorri sobre a natureza do perdão, que morava dentro de cada um de nós e não se limitava a fatores externos, não dependia de mais ninguém além dele.

Recordei-me, depois, que em momento diferente, eu havia feito a mesma preleção, com palavras diferentes mas com foco comum, para os outros, explicando que não precisávamos aguardar o perdão externo para seguir em frente. Não importa como os outros estão lhe vendo, se você não consegue se enxergar.

Pode parecer um pouco confuso, então vamos tentar clarificar um pouco com a alegoria do espelho. A imagem que você está vendo na sua frente é vista por você mesmo, independendo de como os outros estão lhe enxergando. Já imaginou que as culpas, os insucessos e mesmo as grandes vitórias, fazem parte de como nos vemos em frente a nós mesmos?

A …

Para as minhas mães!

Em dias de reflexão, o pensamento viaja e a mente esclarece, fazendo-nos entender que nem sempre a vida é como gostaríamos, e nem sempre temos controle sobre ela, como um dia pensamos que teríamos; nunca teremos. Em dias diversos, alguns de comemoração, outros de saudade, a mente nos dá as maiores aulas, os maiores ensinamentos, e justamente nesses dias as lições parecem mais belas, sobretudo em conteúdo, mais ainda em profundidade.

Pensando no pensamento, na origem e no caminho, encontro-me a pensar, sobre com o que vim e com o que me encontro, depois de tantas escolhas, nem todas acertadas, mas todas encantadoras, pois carregaram todas em si, a beleza da mais pura aula. Os livros são belas taças de conhecimento, transportando os ensinamentos que um dia alguém leu na natureza, o livro mais puro e mais belo, mais rico do que toda uma biblioteca, pois que carrega em si tudo o que há. Mas quem sabe ler e refletir a natureza!?

Pois voltemos às mães. À primeira dei o choro, as primeiras…

Saúde

Devido a um processo cirúrgico recente, e agora um resfriado fora do padrão, parece que o ânimo está meio de recesso. Curioso estarmos em uma época em que a alegria, ou a aparente alegria, paira no ar, mas o fato é que a vontade maior é de ficar quieto.

Já passou por momentos em que parece estarmos fechados para balanço? Quais as conclusões que você tira nesses momentos? Com certeza a primeira constatação é de que é preciso seguir em frente; na sequência vem a análise do que é realmente importante, porque não dá para "abraçar o mundo com as pernas".

É preciso pagar as contas, é preciso cuidar e dar atenção às pessoas à sua volta e é preciso estar em movimento criativo. Mas será que isso tudo acontece se não houver saúde!? A resposta que venho validando dia após dia é muito direta: não!

Saúde é algo que gastamos para conseguir as coisas, como uma moeda de troca. Dormimos pouco para estender as atividades, remuneradas ou não, deixamos às vezes a alimentação de lado em prol de …

2019

Eu já escrevi sobre ano novo acho que diversas vezes, por diretas e indiretas. Tem um monte de gente escrevendo muitas mensagens motivacionais, então acho que hoje, primeiro dia do ano, seria chover no molhado ficar repetindo todas elas.

Assim sendo, serei breve!

Existe o planejamento, existe a execução e existe a revisão para colocar as coisas no eixo. Isso faz parte até de teoria de administração. Sejam quais forem os seus planos desenhados para esse 2019, nas etapas que citei acima, em todas é preciso agir.

Desejo-lhe então que reflita, e saia da inércia. E que para isso você tenha em quantidade suficiente a saúde, a proteção do criador, e dinheiro para suas realizações!

Mãos à obra, e que comecem os jogos!!