Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

Divagando

Hoje eu só quero escrever, sei lá. Deixar os pensamentos voarem, sem rumo, sem expectativa alguma de que eles me levem a algum lugar. Acho que às vezes é bom pensarmos em nada e em tudo ao mesmo tempo. Nesses momentos, em que a cabeça dói sem razão e com todos os motivos, acabamos, inconscientemente, crescendo muito. Esses momentos de reflexão desregrada, sem proveito aparente, nos faz crescer como poucos.

As dúvidas me consomem, e me buscam por soluções o tempo inteiro. Não sei onde vou, como e com quem, e, confesso, foram poucas as vezes em que me senti realmente tão sem respostas. Algumas eu tenho, outras não as quero. O comodismo de não fazer nada, sob vários aspectos, me leva a crer que nem a clausura solucionaria o que vai por dentro.

Não se pode fugir de si mesmo, pelo menos é o que dizem. No cotidiano das opções, ficar à parte de escolhas não é uma alternativa. O relógio, inimigo cruel que nos mostra o andar das coisas, que nos deixa claro o passar do tempo, nos convida a seguir…