segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Educação

Educação é um assunto que tem dado mídia, mas que não tem sido tratado com a devida atenção. O que difere o Brasil dos outros países não é apenas o sistema econômico, com dados relativos à inflação, à bolsa de valores, altos e baixos dos valores relativos das moedas. Compare os investimentos e compare as atitudes, quando se trata de comportamento. Compare o amor à pátria e o respeito por ela, em todos os sentidos, e será compreendida a diferença real.

A educação é o caminho para que o Brasil melhore, mas antes é necessário que ela não seja utilizada como moeda de troca; principalmente troca por votos. Educar não pode ser entendido como ensinar letras, porque seria muito limitado e prejudicial, como tem acontecido até agora. Jogar um papel de balinha no chão, por exemplo, é falta de respeito, de educação, de moral, ética e tantas outras coisas que, inexplicavelmente, o brasileiro não faz lá fora, pois parece ter mais respeito pelo paises alheios.

Educar é um processo, que deve, obrigatoriamente, iniciar-se em casa, na família. As crianças, no começo, aprendem tudo e copiam tudo. Comportamento, vocabulário, atitudes e um universo infindável de coisas são captadas no início do processo educacional, que começa no nascimento e não pára mais. As letras, parte importante do conhecimento adquirido, são parte do processo, não o todo. A forma como passamos o que sabemos, mais do que o que passamos, é, pois, fundamental.

Educação envolve moral e abrange a prática. Grande parte da falta de estímulo para se aprender, vem do fato de que a maioria das escolas ensina a física, mas não consegue mostrar como ela pode ser útil, como alguém uma vez me disse que quando atravessamos a rua a estamos colocando em prática; e lembro disto até hoje.

O cotidiano é feito de ações, e o conhecimento só é útil se conseguimos aplicá-lo a essas situações que ocorrem o tempo inteiro. De que adianta ensinar fórmulas químicas se, na prática, não se ensina que yakult, em excesso, dependendo da pessoa, pode causar diarréia? Química e biologia deveriam, aqui, ser interdisciplinares, para que o aluno entenda que uma coisa boa pode atrapalhar, se em excesso.

Educação. Realmente é uma palavra bonita, imponente, motivo de preocupação e politicagem. É o caminho direto para um mundo melhor, mas não como tem sido feito. Façamos como os pássaros, que empurram seus filhotes do ninho para que aprendam a voar e, inclusive, entendam a importância disto e sua parte no problema. Se continuarmos a dar aulas teóricas de vôo, como quem ensina sobre guerras mundiais e não faz relação nenhuma com a invenção do avião e a relação deste com o caos nos meios de transporte no Brasil e no mundo, continuaremos a criar jogadores de videogame, que brincam com a vida, com o sentimento de não fazer parte dela.

Um comentário:

silvia disse...

uauauauaua... passei por aki... beijos