sexta-feira, 27 de julho de 2007

Leitura

Está bem, eu confesso! Nunca fui um leitor assíduo! Tentaram me ensinar a gostar de ler quando eu era criança, mas eu não era muito dedicado. Nunca entendia quando estava em uma roda de amantes dos livros e as pessoas falavam sobre estórias, assuntos diversos, com os olhos brilhantes, com uma empolgação que beirava o sobrenatural!

O problema é que com o passar do tempo a gente começa a se sentir um ET, por um motivo simples, falta assunto. A sensação de se sentar em uma mesa de bar ou em qualquer outro lugar e não ter o que falar é simplesmente desagradável. Algo como alguém comentar sobre um assunto e você balançar a cabeça, como quem deixa transparecer o medo de lhe perguntarem algo a respeito.

Acho que comecei a tentar mudar isto de uns meses para cá. Nunca imaginei que eu conseguiria ler vários livros em um mês e admito hoje que não entendo como consegui passar sem isto. São mundos diferentes, pensamentos distintos que nos fazem refletir, pontos de vista que nem sempre concordamos, mas que nos fazem pensar e ver que as vezes é necessário mudar, ou não.

O ser humano vive mudando, vive sofrendo alterações com o passar do tempo que transformam sua visão sobre o mundo, sobre as coisas que se conhece e também sobre as que estão por conhecer. Como é possível ter visão sobre alguma coisa quando não se conhece sobre nada? Filmes? São ótimos, ensinam muita coisa. Televisão? Bom, eu sou cético e acho um entretenimento burro, com raríssimas exceções. Fora isto, onde estão as informações? Sim, nas letras.

Adoro videogame, jogos, música, esportes e tantas outras. Não acho que se deve obrigar alguém a ler, porque a leitura precisa ser prazerosa para acrescentar informação e não apenas dados. Mas penso que já temos o caminho para mudar tantas coisas que reclamamos à nossa volta, cujas causas sempre esbarram na qualidade educacional do nosso país. Não se pode esperar muito de um país que não lê, sendo fato que deixamos a desejar neste aspecto.

Deixo aqui este texto então mais como um testemunho sobre isto! Estou deixando de ser um ET como eu me sentia. Já consigo compreender os olhos brilhantes do passado e passo a acender os meus. Não busco seguidores, mas, afinal de contas, você está lendo isto, não está? Então está lendo......se você é um ET como eu era, transforme este texto em um começo e não deixe que seja mais um fim. Existem muitos livros interessantes por aí e para todos os gostos. Boa leitura!

Nenhum comentário: