segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Ano Novo. Caderno Novo.

Dizem que inspiração não tem hora para aparecer. Aqui estou eu, duas e meia da manhã, escrevendo um texto em uma telinha, porque a minha me acordou e não quer me deixar dormir. Conferi o dia: 31/12; último dia do ano.

Amanhã começa uma nova etapa de 365 dias nas nossas vidas. Ganharemos um caderno novo de 365 páginas, para escrever, ou quem sabe reescrever, uma bela redação. Alguns de nós seremos presenteados com páginas em branco, outros com linhas, talvez com capa ou mesmo sem ela. Em comum, a possibilidade de nos colocarmos em cada página.

Como faremos isso? Sugiro que pensem antes de escrever. A escrita a lápis pode ser apagada, mas a marca do lápis permanece impressa na folha. A escrita a caneta pode ser rabiscada, mas você saberá o que havia por trás do rabisco; pelo menos por um tempo. Procure fazer uma letra bonita, seja organizado, sem manchas ou sujeira, porque outras pessoas vão ler sua história.

Eu lhe diria para fazer uma obra de arte, cheia de encanto, magia, aventura, romance e vários gêneros misturados. São muitas páginas, use sua imaginação! Mas use, porque ao virar as páginas e escrever novas, para manter a sequência da leitura, as páginas que passaram ficarão em branco.

Então eu lhe diria, acima de tudo, escreva. Nenhuma obra de arte fica pronta no rascunho e é preciso colocar as idéias para fora. Use as linhas; serão vinte e quatro por página. Talvez você escreva na segunda, talvez somente após a décima segunda, mas se não  rabiscar nada, lá se irá mais uma página em branco.

Rascunhos, rabiscos, desenhos, porquê não? Uma borracha aqui, um retorno de pensamento ali, e você chegará na última página, como essa. Deixe sua mensagem, para que ela possa ser lida. Se você não se fizer lembrar, ninguém se lembrará.

Curioso que ganharemos o caderno, mas e os lápis? A caneta? As tintas? A inspiração? Bom, nada vem tão de graça. Corra atrás do material da sua história. Mas repito: não deixe de escrever, pois sua história com certeza será lida, mesmo que você não se dê conta disso.

Desejo a todos alegria, crescimento pessoal, material e espiritual. Desejo que no meio às madrugadas sua inspiração lhe acorde e lhe faça criar; e também ao longo do dia. Desejo que ao final das trezentos e sessenta e cinco páginas do caderno que ganhará amanhã, você tenha a certeza não de que fez uma obra de arte, mas de que você aproveitou as oportunidades que teve para se escrever. Porque a parte mais doce de cada conquista é o caminho que se percorre para que ela se torne realidade.

Feliz 2013, Feliz 2014 e que sejamos felizes!

2 comentários:

Patrícia disse...

Tentarei escrever em letras garrafais, não para que fique nítido para os outros, mas para que fique bem visível para que eu possa ver de longe, e se eu precisar voltar em determinadas paginas eu possa faze-la com mais rapidez para não perder tempo, assim terei mais tempo de fazer uma linda história ou quem sabe uma proveitosa história. Feliz ano novo com muitas paginas pra nós.

Patrícia disse...

Tentarei escrever em letras garrafais, não para que fique nítido para os outros, mas para que fique bem visível para que eu possa ver de longe, e se eu precisar voltar em determinadas paginas eu possa faze-la com mais rapidez para não perder tempo, assim terei mais tempo de fazer uma linda história ou quem sabe uma proveitosa história. Feliz ano novo com muitas paginas pra nós.