domingo, 23 de dezembro de 2007

Feliz Natal

O Natal, como todas as datas de aniversário, é um dia como qualquer outro, mas cujo significado merece ser lembrado. Segundo nos consta, há 2007 anos, no dia 25 de dezembro, veio ao mundo uma criança com uma missão: mostrar aos homens que apesar de todos os problemas é possível que sejamos grandes, ajudando-nos e amando-nos uns aos outros.

Jesus Cristo, nosso amado irmão, nasceu, cresceu e mostrou-se como um dos mais completos exemplos de perfeição moral, em teoria e prática, cujos ensinamentos, apesar de não terem sido escritos por ele em sua época, propagaram-se pelos séculos, como consoladoras palavras para todos os povos.

Foi inteligente, manso, justo e amoroso na mais completa expressão do amor. Em momento algum demonstrou preconceitos, pré-julgamentos ou qualquer comportamento que pudesse limitar o alcance de seus ensinamentos, tendo, ao contrário, nos deixado a mensagem de que precisamos, acima de tudo, sermos irmãos, tratando-nos mutuamente com um amor puro, desinteressado, fazendo o bem pelo bem, recebendo como recompensa o crescimento alheio.

Neste Natal deixo-lhes esta lembrança, para que não nos esqueçamos do real motivo desta data. O espírito de fraternidade nos chega naturalmente nesses dias de festas, mas precisamos fazê-lo perdurar nos tempos seguintes, de forma contínua. Presenteêmo-nos, pois, com o amor que o nosso irmão aniversariante desse dia nos deixou, caminhando sempre para a nossa evolução. Um dia compreenderemos que sempre estivemos e sempre estaremos juntos, independente do tempo, da localidade, da raça ou de credos religiosos.

Feliz Natal, e que o próximo ano possa refletir a aplicação dos ensinamentos do Cristo, que nasceu para nos lembrar que fomos criados perfectíveis e que, somente com a perfeição que nós mesmos conquistaremos pela nossa reforma interior, alcançaremos o amado pai e nos regozijaremos junto a ele. Felicidades!

Nenhum comentário: