segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Sensibilidade

Saudemos as crianças e os apaixonados, porque eles têm a chave para a percepção do belo! Tornemo-nos verdadeiros poetas que aprenderam a beleza do amor, e sabem que sem ele é complicado se chegar ao poema perfeito. A sensibilidade é algo natural, mas que precisa, na maioria das pessoas, de muito trabalho e desenvolvimento.

As pessoas são bem mais transparentes do que se possa imaginar, nos permitindo acesso a informações detalhadas sobre sua forma de pensar, agir e sentir, desde que consigamos sentí-las da forma adequada. A sensibilidade é algo que nos permite ver os detalhes, as características ocultas, e trabalhá-las de forma a extrair o melhor das coisas e das pessoas.

Às crianças, quem nunca se encantou por algum bicho diferente que lhe passasse aos olhos? Aos apaixonados, quem nunca se emocionou com o brilho de uma lua cheia no céu? Percepção, curiosidade, abertura para os sentimentos, livre de preconceitos. Nossa sociedade clama pela sensibilidade, da mesma forma que a condena de forma brusca, com sutilezas escondidas em preconceitos estruturais; porque os homens não choram.

O que seriam anjos, senão seres mais preparados para usufruir das belezas contidas na natureza? Dizem que são belos, sensíveis e têm a eternidade! Pois não temos isto? Todos belos, com belezas únicas. Todos sensíveis, mas que em sua maioria não se permitem sentimentos por medo de sofrer ou, pior, de serem incompreendidos. Eternidade? Ela é relativa, mas para os amantes e as crianças, cada momento bom parece eterno.

Deixe os preconceitos sociais e entregue-se às coisas boas. Livre-se das armas que o tempo foi lhe entregando, porque elas pesam. Deixe o coração e o resto do corpo aberto às sensações, porque só assim é possível entender as lágrimas de uma pessoa que ouve uma linda ópera ou de um amante que sente o perfume da pessoa amada.

Somos sensibilidade e negar nossa natureza é um dos grandes motivos pelos quais muitos não chegam à plenitude! Incompreensão? Deixe que ela reine temporariamente nos corações endurecidos, porque um dia eles entenderão que não vale a pena privar-se de ser feliz! Sinta, porque fotos, vídeos e outros registros nunca poderão lhe ensinar ou lhe dar a real sensação do quão bom é sentir-se vivo!

Nenhum comentário: