sábado, 25 de agosto de 2007

Incertezas

(Ozzy Osbourne - Old L.A. Tonight)
"Look In The Future
Look In To My Eyes And Tell Me
Everything's All Right
Tell Me Where We're Going
I'm So Afraid 'Cos I Don't Know
What's Going On With My Life"

"Olhe para o futuro
Olhe nos meus olhos e diga-me
Que tudo está bem
Diga-me para onde estamos indo
Estou com muito medo porque eu não sei
O que está acontecendo com a minha vida"

A tradução é minha, então se tiver algo errado, me avisem. Esta música é do álbum Ozzmosis, última faixa, se não me engano, e tem um instrumental muito bonito. Peguei este pedaço porque retrata a sensação de muitos aqui; pelo menos das várias pessoas que têm cruzado meu caminho. Mudanças constantes, que nos tiram da nossa zona de conforto, e para as quais nem sempre nos sentimos preparados.

Assim como na música, às vezes precisamos que alguém nos diga que está tudo bem, porque nossa insegurança no que desconhecemos nos deixa meio perdidos. Sabemos, em grande parte das vezes, que a pessoa ao nosso lado não sabe tanto a mais que nós, mas uma palavra de conforto, realmente nos dá conforto. Disto podemos tirar algumas conclusões: sempre há alguém que podemos ajudar com uma palavra; nem sempre estamos tão perdidos assim; nossa insegurança depende de nós.

O futuro é incerto, e isto é tão certo quanto a morte. Por mais planos que façamos, sempre haverá uma variável que não conseguimos controlar, pelo simples detalhe de que ela não depende de nós. De uma hora para outra as coisas mudam e, tenha certeza, sempre estaremos preparados para esta mudança. Enfrentar novos cenários dá medo, mas testa nossa capacidade de nos mantermos de pé, por mais complicado que pareça quando os olharmos pela primeira vez.

Podemos escolher como fazer as coisas, o que ameniza a situação quando não sabemos o que está acontecendo em nossa vida. Decidimos olhar e esperar, ou agir. Temos em nossas mãos e, principalmente, em nossas mentes e coração, a capacidade de fazer um novo, ou simplesmente fazer diferente, para que possamos crescer. Aquela palavra de conforto? Ela não é somente importante, mas fundamental; cultivá-la e tê-la à disposição depende tanto de nós quanto depende vislumbrarmos um futuro bom.

Nossa capacidade de cultivar recompensas vai além dos grandes feitos. Atitudes simples, como um bom dia sinceramente alegre e acolhedor, podem salvar o dia de alguém. Tenha coisas e principalmente pessoas a quem se dedicar, mas não porque a sociedade lhe pede isto, não porque as religiões lhe doutrinam desta forma, mas porque é bom, porque faz bem para você e para os outros. Nunca saberemos o que nos acontecerá no futuro, sempre havendo a incerteza que por diversas vezes nos tirou e tirará o sono, mas podemos ter a certeza de ter feito o nosso melhor.

Diz-se que devemos ter uma vida digna, para que possamos nascer em meio a sorrisos e morrer em meio às lágrimas daqueles que sentem a nossa partida. Acho até que devemos morrer em meio aos sorrisos, na certeza daqueles que ficam de que demos o nosso show, de que fizemos a diferença e que, mesmo em meio à completa incerteza do mundo e do futuro, deixamos a certeza de que valeu a pena, e o exemplo de que vale a pena levantar a cabeça e seguir em frente, mostrando ao mundo que ele pode ser bom, que ele pode ser melhor; e isto depende somente de nós mesmos!

Nenhum comentário: